Well... The Road so Far?

Olá! Eu não vou começar com aquela ladainha de sumiços. Bem, oi! *risadas* 

Acredito que nunca fiz tanta justiça ao nome deste blog. São seis meses sem publicar absolutamente nada! A página do blog tem algumas curtidas que não faço a menor ideia de onde surgem. Enfim, oi! Eu poderia culpar a minha insegurança em escrever? Poderia! E ela foi a responsável por esse tempo todo sem escrever? Sim! E sem querer, percebo que estou dizendo as ladainhas da primeira frase. Peço desculpas por isso!

Mas vamos lá. Bateu saudade! E uma vontade gigante de mandar um foda-se para o meu bloqueio criativo! Por muito pouco quase deixo de lado o blog e vou para o Medium! Ou para o WordPress. Mas a questão de não poder deixar o layout do meu jeito, me afastou de escrever alguns textos nestas plataformas. O blogger pode ser o mais problemático possível, mas ainda nutro um carinho gigante. Eu tentei encontrar algum conforto no Twitter, no Tumblr também... Mas não é a mesma coisa! Blogger

Inclusive, o layout irá mudar porque algumas coisas mudaram em mim. Como quase todo mundo aqui, eu tenho um blog de testes, então não se assuste se ver cores novas (ou nem tanto) no design. Amo esse azul e roxo, mas not today Satan, not today! Outras coisas irão mudar, mas tenho que ver o que realmente quero fazer por aqui. Quero que o blog tenha cara de aconchego, um local onde eu e você, leitor, possamos nos sentir confortáveis. 

Falando na blogosfera... Eu me afastei de fato! E peço perdão as (poucas) blogueiras que costumava visitar. Voltarei a fazer isso com calma. É legal ler sobre o ponto de vista dos outros, sobre as mais variadas coisas que existem no Universo e sobre a vida. 

Eu pensei em atualizar mais sobre o que fiz, porém farei um post mais detalhado sobre isso. Então resolvi falar sobre a blogosfera basicamente neste post! Preciso ordenar meus pensamentos e também planejar melhor os próximos posts! Mas tenho algumas novidades legais para compartilhar! 

É isso, até a próxima,
Myrix!

Continue lendo!

Universo Alternativo - A História do meu Blog.


Olá pessoal, tudo bem? Espero que sim! Finalmente saímos de 2016! #GlorificadePé. E com 2017 chegando, quer dizer ele já chegou, a Jaque do blog 4sphyxi4 resolveu fazer um projeto de escrita para movimentar todos os blogs do grupo Universo Alternativo. E eu devo agradecer demais por isso. No dia 15 de todo o mês sempre vai rolar uma blogagem coletiva com temas diversos, onde nós, blogueirxs, dissertaremos sobre. O deste mês de janeiro será sobre a nossa história com a blogosfera, mas deixo aqui a lista completa.

Janeiro • A História do meu Blog
Fevereiro • O que aprendi com a blogosfera.
Março • Tudo aquilo que me inspira hoje.
Abril • 5 blogs que sigo e admiro! (Underground, please!)
Maio • Coleção de fotos que nunca publiquei.
Junho • Três postagens antigas favoritas.
Julho • Sobre meu estilo pessoal.
Agosto • Memórias da minha infância / adolescência.
Setembro • 10 coisas pelas quais sou grata!
Outubro • Sobre amores da minha vida.
Novembro • Vivendo na era digital.
Dezembro • O que este ano me ensinou?
Não garanto que será um post muito longo, mas vamos lá. Como a maior parte dos blogueiros, eu fui uma das pessoas que ainda teve o layout feito no Minima - e muitas pessoas utilizam como base para fazer layouts próprios - ou seja, eu sou meio antiga (para não dizer veiaca :P) na blogosfera. Na época sempre tive a pretensão de ter um blog que fosse um diário e confesso que também queria um pouco de... fama. Sabe, aquele bom e velho negócio de querer que todo mundo leia suas palavras, etc, etc. Isso era 2008. Tive muitos blogs nessa época, a maioria com trechos de músicas. O que talvez acarretaria em cobrança de direitos autorais. 

Os anos foram passando e finalmente em 2013, eu tive o blog que teve mais duração, mais posts até hoje. Ele se chamava O Meu (Não!) Incrível Mundo e por quase dois anos teve outro nome: Utopia NonGrata. Foi a partir dele que pude conhecer de verdade a blogosfera. Conheci várias pessoas legais enquanto postava nele. Lá eu falava sobre tudo. Além de ter oportunidades de ouro como participar do, hoje extinto, Boteco de Blogueiros. E foi nessa época que aquele sonho de ter um blog mais conhecido se fez presente. Eu entrei em diversos grupos para divulgar o blog, fiz fanpage. Mas um pouco depois do terceiro aniversário, eu desanimei por várias razões: tcc, faculdade no geral, bloqueios criativos...

... Aí decidi que era uma boa hora para mudar. Fechei o blog! Por um bom tempo fiquei de fora da blogosfera. E criei o Diário Não-Definitivo. Primeiro, no WordPress - inclusive, o blog ainda existe lá - e depois eu voltei para o Blogger, pelo motivo de afinidade. Mas este nome não era muito a minha cara. E depois de muito, mas muito, muito matutar um nome - nada pequeno - surgiu em minha mente: Admirável Inconstância. E é nele que eu posto. É a minha volta sem muitas cobranças feitas para eu mesma, à blogosfera. Mas dessa vez eu resolvi fazer algo diferente: colocar categorias. Ou seja, não há mais os marcadores como 'fotografia', 'música', mas "Diga Xis" e "Pode ouvir sem medo". Confesso que não estou sendo a melhor das blogueiras, mas com pequenos passos vou reconstruindo meu lugar!

E bem, essa é a minha história mais na blogosfera e um pouco do porquê deste blog existir! Espero que curtam!

Blogs participantes: (links já direcionados ao post)



Continue lendo!

Top 10 do Universo Alternativo!


*Tira as teias*. Cof cof... Quanto tempo não? Eu sumi, eu sei. Talvez foi o maior período de hiato. Não prometo que irei voltar, porém darei o meu máximo? Claro! Enfim foi uma explicação bem mal-feita, mas vamos lá rsrs. 2016 está acabando (ainda bem) e que ano meio agridoce, não acham? Muitas mortes marcantes, algumas coisas legais nesse meio, crises financeiras e etc. E para tentar dar um up positivo, a Jaque do blog 4sphyxi4 teve a ideia de fazer um top 10 com os momentos mais marcantes para cada blogueira. A minha lista não será de ordem decrescente, ou seja, do menos importante para o mais importante. Prefiro deixar assim, pois cada elemento teve uma importância diferente para mim. Vamos lá?

1 – Formatura

E sim, 2016 veio e foi o ano da minha formatura. Para quem não sabe, eu sou jornalista. Seria muita injustiça eu não colocar este momento tão especial para mim e para minha mãe principalmente. É raro ver minha mãe ficar emocionada e ela ficou tão orgulhosa de mim! Foi um dos momentos mais emocionantes e felizes da minha vida, de longe. Até hoje não tenho as palavras certas para descrever essa noite mágica!

2 – Fotografia

Apesar de não ter muitos posts sobre o assunto aqui no blog, se você visitar meu Flickr saberá que eu fiz bastante fotografia esse ano. E modéstia à parte eu dei uma boa evoluída. Obviamente, cada dia é um aprendizado. Graças a Deus, Universo, etc consegui comprar um flash e aos poucos vou apanhando e aprendendo com ele. Graças a um amigo, o Jefferson, eu consegui alguns freelances e é muito bom poder pegar a prática no pesado mesmo. E espero sempre melhorar cada vez mais.

3 – Show do Iron Maiden.

Eu não poderia esquecer este momento tão mágico na minha vida. Poder ver pela segunda vez o show da minha banda favorita é algo muito recompensador. Ainda mais que foi outra experiência: o primeiro concerto foi no Rock in Rio. E no festival nem todo mundo é fã do Iron Maiden, nem todo mundo foi assisti-la. Ok, foi um ótimo show, mas eu deveria ter a experiência de ver um show solo da banda. E aconteceu este ano! E foi mágico, foi incrível! Primeiro: amei o The Book of Souls. Segundo: O meu player 2 estava comigo! E foi o primeiro show dele. Terceiro: nós fomos de pista, então a gente podia ver os caras! Foi uma experiência indescritível.

4 – Star Wars.

E isso vai além de Rogue One! Infelizmente, nós fãs, fomos pegos de surpresa nesse final de ano com o falecimento da Carrie Fisher, a General Organa a.k.a. Princesa Leia. Um fato que ainda não caiu a ficha para mim. Fora esse fato triste, coisas boas aconteceram comigo em relação a saga: eu estou me inserindo mais no Universo Expandido ao ler o Kenobi – que tem análise literária – e na Trilogia Thrawn, que é fantástica. E claro, tenho que dar um espaço para o filmaço que Rogue One é! Que introdução para uma das maiores sagas do cinema, senhoras e senhores! E graças ao player 2 que eu posso hoje usufruir de todo esse universo fantástico que saiu da mente do George Lucas!

5 – Séries.

Eu preciso falar sobre as séries aqui no blog. E pretendo fazer isso ano que vem? Mas é claro! Este ano posso dizer que assisti a muitas séries, graças a Netflix. House of Cards, Brooklyn Nine-Nine, The Get Down, Luke Cage, That’s 70 Show, Chewing Gum, Supernatural e muitas outras trouxeram várias risadas, lágrimas, alguns sustos. Mas o principal: fiquei bastante entretida.

6 – E falando em séries... Black Mirror!

Essa série com toda a certeza confundiu a minha cabeça! Me fez refletir demais sobre como eu uso a tecnologia, como eu lido com as redes sociais. Além do entretenimento, toda série, filme traz a mim bastante reflexões! E Black Mirror, foi nossa! Um tapa na minha cara, sinceramente. É triste ver como o comportamento humano faz com que a tecnologia seja usada de forma tão leviana. Como a nossa sociedade está virando algo mais doentio do que nunca. Como a gente tem – me incluo nessa – um quê de White Bear com uma pitada de Nosedive. É bem triste, na verdade. Apesar de ainda ter esperança de que as coisas vão melhorar, mesmo com toda essa enxurrada de coisas negativas.

7 – Música!!!

2016 foi um ano de grandes descobertas musicais, a maior parte foi o player 2 que me mostrou. Devo destacar Myrath que sinceramente foi o meu maior vício este ano. Eu passei um mês completo ouvindo o cd “Legacy” e pretendo trazer as minhas impressões sobre esse disco maravilhoso. Outras bandas que conheci algumas por conta própria, outras por indicações foram: Sister e Nightmare. Além disso poder ouvir alguns lançamentos como do Kansas, como o excelente “Prelude Implicit” e “The Holographic Principle” do Epica. Enfim, foi um ótimo ano para adicionar mais bandas e cds ao meu histórico musical!

8 – O Blog.

Pode parecer um pouco contraditório e até concordo. Mas voltar a ter um blog foi uma das coisas que eu me propus a fazer esse ano. Ok, não fui a pessoa mais fiel em manter uma média digna de postagens, mas eu voltei a algo que me fazia muita falta, que era escrever. Como no primeiro texto do Querido Diário, ainda enfrento demais a insegurança de escrever sobre alguma coisa. Tenho medo de não ser objetiva. Mas prometo a mim mesma e a quem me lê, que tentarei ser mais presente na blogosfera.

9 – Cabelo!

Há um ano, mais precisamente no dia 9 de dezembro de 2015, eu fazia o Grande Corte. Passei pela transição, graças as tranças e depois de muita reflexão, leitura, preparação psicológica... Eu cortei as partes lisas e aprendi a ter uma redescoberta. Eu sei que para muitas pessoas, pode parecer algo bastante fútil falar sobre cabelo. Mas para mim foi como um renascimento. Como muitas brasileiras, fiz parte de um gigantesco grupo que aprendeu desde criança que o cabelo crespo era “ruim”, “duro”, “que dá muito trabalho” e outros nomes pejorativos. Entretanto, ao fazer o GC eu percebi que:
a) ele não dá tanto trabalho
b) eu aprendi a cuidar dele e isso me fez desenvolver a auto-estima.
c) cabelo cresce.
E além desses fatores, com essa nova fase, eu descobri que poderia descolorir sem tanto medo assim. Há quase um ano eu estou com o cabelo roxo e é só alegria. O meu cabelo crespo, meu black me fez perceber que eu precisava desconstruir muita coisa. E sinceramente? Me arrependo de não ter feito antes. De verdade!

10 – The Last of Us.

Lembrando que: esse top 10 não foi em ordem decrescente, ou seja, do menos importante para o mais importante. E sim do que eu fui lembrando. E como eu poderia esquecer deste jogo que é literalmente o jogo da minha vida! Acredito que seja digno de explicar que existe todo um hype em cima de The Last of Us. O primeiro contato que tive com o jogo foi através do NerdPlayer (do canal Jovem Nerd), onde o próprio JN dizia que era o jogo da vida dele. Confesso que achei de um exagero sem tamanho à época. Contudo, ano passado tive a primeira oportunidade de jogar – com o meu player 2 – como sempre. Mas o meu ps3 deu um problema e tivemos que adiar. Finalmente neste ano, nós voltamos a jogar... E senhoras e senhores, que jogo! Foi o jogo que me fez ficar emocionada e eu passei a entender todo o hype. Obviamente eu e o Bruno estamos na expectativa para a segunda parte. E eu não poderia deixar de citá-lo aqui!

Bônus:

Decidi fazer uma mini-lista com outras coisas legais que rolaram, mas será mais curto.

- Conheci o Guilherme Briggs.
- Fiz três de namoro. Três anos e um mês, hoje.
- Amei a Rio 2016.
- Fiz alguns looks do dia no meu instagram.
- Comecei um curso de edição de vídeo.
- The Walking Dead é legal!
- Fui na piscina de bolinhas.

E este foi o meu top 10! Apesar da grande carga negativa que foi este ano, ter feito essa lista me fez ver que coisas positivas aconteceram também. Principalmente na minha vida, mesmo com alguns problemas aqui e ali.

Links participantes (postarei com os links já direcionados):
This is my world
Lady Dark's
4sphyxi4
Panzoca
Alternativa GG

Continue lendo!

Diga Xis.

E mais outra categoria ganhando vida aqui no blog! Chamada de Diga Xis, você já deve imaginar o que vem por aí não é? E sim, é sobre fotografia! Para quem não sabe eu amo fotografar, é uma terapia para mim e melhor, é ligada à área que eu me graduei: Jornalismo. Então de vez em quando, pego a minha Ally - apelido carinhoso para a minha Canon t3i - e faço alguns clicks. Inicialmente esse post seria apenas direcionado ao Country Club, porém nos últimos meses consegui algumas fotos interessantes - obviamente ainda sou uma padawan na fotografia - e resolvi postá-las aqui. Se quiser vê-las em melhor qualidade, visite o meu Flickr. Bem, chega de delongas e vamos para as fotos. Espero que curtam e espero seu comentário, dizendo o que achou! Beijos e até mais!
Player 2 ♥

Diego Oliver. Neste dia eu e ele estávamos cobrindo DUAS formaturas! Mas foi legal apesar do cansaço!






Essa foto já apareceu por aqui na postagem do livro Kenobi, mas eu gosto muito dela e resolvi repostar!

O dia que a Tocha Olímpica passou por São Pedro da Aldeia. Tenho tanto orgulho desta foto!

Pôr-do-Sol do Shopping Park Lagos da região onde moro. Um dos mais belos que já pude presenciar.

Continue lendo!

Adorável Entretenimento: Sealab 2021.

Da  esquerda para a direita: Faísca, Joaquim, Débora Negra, Marco, Débora Branca, Capitão Hank Murphy e Tempestade.

Iniciando mais uma categoria aqui no blog! Essa se chama Adorável Entretenimento e chamarei assim porque será destinada a desenhos, séries e filmes. Nessa tag também terão análises, pequenos históricos. Enfim, você verá de acordo com o tempo. Revivo aqui uma postagem sobre uma animação chamada Laboratório Submarino. Espero que curta!

Hoje trago um dos desenhos mais nonsense e divertidos que eu já vi. O Laboratório Submarino 2021, ou SeaLab 2021, em inglês. Então, o que há de tão especial neste desenho para eu vir falar sobre? O Laboratório Submarino 2021 fez parte do extinto Adult Swim.
O que foi o Adult Swim?
Bloco do canal Cartoon Network que durou de 2005 a 2008. Costumava transmitir desenhos com tema e linguagem mais adultas nas madrugadas de sábado e domingo. Além do Laboratório Submarino, outras animações também ganharam destaque. São elas: Frango Robô, Space Ghost Costa a Costa e Aquateen: O Esquadrão Força Total. Em 2015, o bloco volta para a televisão por grande apelo do público. Hoje é transmitido no canal a cabo TBS também nas madrugadas, porém com uma duração menor.
O Laboratório Submarino 2021 é criação das produtoras 7030 e Willian Street. Porém utilizaram uma série já existente, o Sealab 2020, que era uma produção dos anos 70 criada pela famosa dupla Hanna-Barbera. Mas esta animação era pouco conhecida e tinha o objetivo de conscientizar sobre a vida marinha e prevenção à poluição dos mares e oceanos.

Porém um ano se passa, eles chegam ao ano 2021 e eles enlouquecem. Com esse pretexto é criada a animação. Então começaram a deixar de lado a ecologia e começaram a fazer projetos estúpidos com atitudes mais estúpidas ainda. E essa é a graça do desenho, porque são atitudes tão sem sentido que acabam sendo engraçadas. Uma das maiores características da série era a grande aversão à continuidade: quase todo final de episódio, por alguma razão o laboratório explodia. No episódio seguinte, estava lá inteiro de novo. Como se nada tivesse acontecido.

A animação também ficou conhecida pela paródia de “Águas de Março” interpretada pelos saudosos Tom Jobim e Elis Regina com os personagens Débora e Marco, dublando os artistas. Essa parte era transmitida nos comerciais do Adult Swim. Deixarei o vídeo abaixo.


Legenda das falas (tentei contextualizar)
Início do vídeo:
Marco: - É muito bom estar de volta!
Débora: - É! É bom te ter de volta!
M: Está pronta para cantar?
D: Eu sempre estou pronta.
M: Então você começa depois de mim.
D: Não, você que começa depois de mim.

Final do vídeo: 
M: Sabe, seu espanhol é muito bom!
D: Marco, isso era português!

Bom, vamos aos principais personagens.

Capitão Hank Murphy: O capitão é o personagem mais engraçado da série. Ele é insano. Adora dirigir seu carrinho pelos setores e infernizar a vida dos tripulantes com suas ideias mirabolantes. Por conta de seu trauma infantil, não é bom enfurecê-lo. Hank adora fazer qualquer coisa, menos executar o seu cargo. Ele adora fazer coisas ilegais, como uma rádio pirata por exemplo.

Débora Branca: Ela é loira e é incluída no famoso e estúpido estereótipo de “loira burra e gostosa”. Tem a mania de sempre mostrar os seios e teve um rápido affair com o capitão Hank e com o Joaquim.

Dr. Joaquim: O único homem negro da série. É o mais inteligente e racional. Tem 5 doutorados na área de Ciências e diversas patentes. Sempre tenta aconselhar Hank quando este faz algo bizarro ou que põe em risco o Sealab, mas é ignorado pelo capitão. No ep. "Eu, Robô", descobrimos que ele fez uma cirurgia contra um tumor e então ele vira um ciborgue. Além de Hank, também teve um caso com Débora Branca.

Débora Negra: É a personagem mais velha da série e a única negra. É a professora dos órfãos e tem muito orgulho de ser negra. Ela raramente aparece na série.

Faísca: O mais preguiçoso. Em um primeiro momento, imaginei que ele fosse cadeirante. Mas é apenas preguiçoso porque ele nunca levanta da sua cadeira. É racional, porém menos que o Dr. Joaquim e tenta sempre aconselhar (sem sucesso) Hank. Faísca é claustrofóbico e tem uma sede muito grande por dinheiro. Muito grande mesmo, sendo capaz de matar para ter muita, muita grana. E nisso, ele perde sua racionalidade.

Marco Rodrigo Diaz de Vivar Gabriel Garcia Marquez: O estereótipo de latino. Marco é musculoso e se considera um Don Juan. Só que ele não consegue conquistar nenhuma das Déboras (as únicas mulheres). Ele é o engenheiro da tripulação. E adora mostrar seu corpo, rasgando seu macacão igual ao Hulk, nas horas mais improváveis.

Tempestade: O ser menos inteligente. Apesar de ser boa pinta, ele sempre perde a oportunidade de ficar calado. O personagem mais sem sentido e mais falastrão.
Continue lendo!

© Admirável Inconstância - 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Thamyris Aquino. Tecnologia do Blogger. imagem-logo